quarta-feira, abril 20, 2011

QUESTÃO RACIONAL ENTRE O SENSO E O BOM SENSO, A ÉTICA E A ESTÉTICA

SOB UMA ÓTICA MUITO NATURAL E AUTOEXPLICATIVA, O SÍMBOLO INTERNACIONAL DE ACESSO (fig ao lado), FALA POR SI! OU SEJA, AO SE DEPARAR E VER O DESENHO OU A TAL PLACA AZUL COM O BONEQUINHO BRANCO SENTADO NA CADEIRA; NÃO TEM QUEM NÃO ENTENDA QUE SE TRATA DE UMA ÁREA DESTINADA ÀS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA.

E EM PROPORÇÕES DIFERENCIADAS, DEPENDENDO DA CULTURA DE CADA POVO, A REGRA É MUNDIAL, MAS TEM GENTE QUE SIMPLESMENTE IGNORA, OU FAZ-SE DE DESENTENDIDO..., OU PIOR: VEM COM ÀQUELA DESCULPA CHULA - 'MAS É SÓ RAPIDINHO'...!

BOM, A QUESTÃO É QUE A COISA VAI SIMPLESMENTE 'DE MAL A PIOR'; PARECE QUE ÀS VEZES OCORRE UM RETROCESSO E COM ISSO O 'ERRADO' GANHA VULTO E PASSA A SER 'NORMAL'. E, DENTRO DE UM PERFIL OSTENSIVAMENTE REPETITIVO AQUI VAI MAIS UMA; MAS PARA NÃO FICAR CANSATIVO PELAS MINHAS PALAVRAS - POIS, SE NÃO ME ENGANO JÁ TINHA FEITO UM POST DESSES AQUI -, E, NUMA MESMA TECLA INCANSAVELMENTE BATIDA, MAS INFELIZMENTE NECESSÁRIA, SEGUE O DESCRITIVO EXPLICATIVO ESCRITO HÁ POUCO MAIS DE UM ANO NO CORREIO POPULAR E NA ÉPOCA, REPUBLICADO PELA NOSSA COMPANHEIRA DE ATIVA, 'KATIA FONSECA NO SEU BLOG: TÔ DENTRO!'. ENTÃO..., COMO TERRIVELMENTE A COISA NÃO MUDA, E COMO NÃO PODEMOS DEIXAR DE TENTAR SEGUE AÍ:
"
Descrição da imagem: vaga para estacionamento reservada a pessoas com deficiência, sinalizada com o símbolo internacional de acesso, tendo ao fundo um carro fora da vaga e com a inscrição, em sua lateral: "Eu respeito".

  • Toda política de inclusão tem por escopo principal o estabelecimento dos direitos dos cidadãos, atribuindo capítulos para a defesa dos grupos que merecem especial atenção.
  • Ao estabelecer legislação específica para garantir a cidadania de pessoas com deficiência e idosos, a sociedade não concede privilégios, apenas assegura que todos serão tratados com igualdade e que não sofrerão constrangimento de qualquer natureza, atendidas suas necessidades peculiares. É o exemplo maior de desenvolvimento da cidadania, aparando as arestas do preconceito e da discriminação.
  • A criação de vagas preferenciais nas vias públicas e pátios de estacionamento é mais que uma obviedade, destinada a facilitar o acesso de quem tem maiores problemas de locomoção e o direito inalienável de ir e vir sem embaraços. Do ponto de vista ético, é indispensável que as pessoas vejam essa medida como um espaço conquistado depois de muita luta e mobilização por parte da sociedade organizada, imprescindível para garantir a autonomia dos cidadãos e organizar o complicado tráfego urbano.
  • A campanha voltada à população para respeitar as vagas preferenciais é uma forma de despertar a consciência das pessoas e abrir uma nova frente em defesa do direito de deficientes e idosos. A Secretaria de Transportes de Campinas promoveu o cadastramento de cerca de 3,5 mil pessoas que podem acessar as vagas especiais e deu início à divulgação e orientação a motoristas. A segunda etapa do trabalho é a aplicação de multas aos infratores que desrespeitarem a demarcação de solo das 200 vagas em áreas públicas.
  • Um impasse que barra a abrangência da iniciativa é o flagrante desrespeito ao direito às vagas preferenciais em estabelecimentos comerciais e áreas privadas, especialmente shoppings e supermercados, onde se pode flagrar continuamente pessoas abusadas ocupando os espaços sem qualquer vestígio de controle ou admoestação, e onde a fiscalização pública não tem acesso. Se as empresas optam por criar vagas especiais, demonstram respeito a deficientes e idosos, além de se beneficiar de uma clientela significativa. Virar as costas para as irregularidades com medo de se indispor com os infratores, torna as vagas preferenciais em ponto de conflito e de inútil disponibilidade.
  • Levada a sério e com consequência, essa intervenção no município representa um avanço considerável no disciplinamento do estacionamento. É inadmissível que ainda existam pessoas sem mínima noção de cidadania e respeito que abusam da falta de fiscalização e invadem o espaço reservado com a maior desfaçatez, sempre com a desculpa da pressa e da urgência. É preciso rigor e aplicação de multas em resposta àqueles que não se sensibilizam com a necessidade alheia, com o direito adquirido e com o respeito à sociedade.
Fonte: editorial publicado no jornal Correio Popular em 13/3/2010 enviada por Rui Motta (texto) e Katia Fonseca (foto).
"
- MAS NÃO É SÓ! E PARA NÃO PARARMOS POR AÍ, SEGUE MAIS ESSA COMO COMPLEMENTO DA POSTAGEM. AGORA COM UM EXCELENTE VÍDEO, PUBLICADO NO 'YOU TUBE' E COMPLEMENTANDO A MENSAGEM, LÓGICO, POR NECESSIDADE DE REFORÇO, IGUALMENTE REPLICADO AQUI. ENTÃO VEJAM:

Ação realizada pela TheGetz, em Curitiba. Faça parte deste movimento:
BOM, MAS FECHANDO O POST, PEGANDO GANCHO NO QUE ENTITULEI 'SENSO E BOM SENSO', DEIXO AINDA UMA QUESTÃO A MAIS NO QUE DIZ RESPEITO AO USO DAS VAGAS SELETIVAS, E SUA REAL NECESSIDADE. EXPLICO COM UM QUESTIONAMENTO: SERÁ QUE TODA DEFICIÊNCIA FÍSICA É JUSTIFICÁVEL SEMPRE DE USUFRUÍ-LA? - A QUESTÃO É: UM SIMPLES PUXAR DE PERNA; UMA AMPUTAÇÃO 'LEVE' DE PARTES DO MEMBRO; UMA MONOPLEGIA, PARALISIA CEREBRAL MÍNIMA... - CERTO, CONCORDO, É DEFICIÊNCIA FÍSICA! E ENTENDO QUE SÓ QUEM TEM É QUE SABE DAS SUAS DIFICULDADES E NECESSIDADES. - SOU SOLIDÁRIO A ISSO!

MAS TAMBÉM SABEMOS QUE NEM SEMPRE DEFICIÊNCIA É MARTÍRIO. OU SEJA, - SE A MINHA LIMITAÇÃO É ASSIM, POUCA, E SE SEI QUE A PREMISSA BÁSICA DE NECESSIDADE DAS VAGAS É: 1º ESPAÇO PARA ABRIR AS PORTAS DO VEÍCULO; 2º PROXIMIDADE DO LOCAL EMBARQUE/DESEMBARQUE; 3º PODER PEDIR AUXÍLIO A ALGUÉM PRÓXIMO; 4º OUTROS. - SE EU VEJO QUE POSSO PARAR MEU CARRO EM OUTRA VAGA... - AÍ ENTRA O 'BOM SENSO' AO ALMEJARMOS UM MUNDO MELHOR, SEM LANÇARMOS MÃO DO OPORTUNISMO DESNECESSÁRIO.

ACONTECEU COMIGO ESSA SEMANA (E DE VEZ EM QUANDO ACONTECE); FUI DE CARRO NUM LOGRADOURO PÚBLICO, HORÁRIO DE SOL À PINO; SOMENTE UMA VAGA SELETIVA (OCUPADA POR UM VEÍCULO COM O SÍMBOLO NO VIDRO) EM MEIO A OUTRAS NOS ARREDORES DA RUA; MAS ESTAVA SOZINHO E DEPENDIA DAQUELA VAGA (MESMO NO SUFOCO, ESPEREI); ATÉ A SAÍDA (38 min DEPOIS) DE UM INDIVÍDUO MANCANDO POUCO E COM BOTA ORTOPÉDICA... ENTROU NO SEU CARRO NA TAL VAGA E SAIU NUMA ARRANCADA. ESTACIONEI PENSANDO NISSO..., AONDE ESTAVA O BOM SENSO DAQUELE SUJEITO? ESTAVA CERTO: ERA UMA DEFICIÊNCIA FÍSICA, PERMANENTE OU TRANSITÓRIA, MAS ERA! - MAS, SERÁ QUE PRECISAVA DAQUILO?

BOM, FICA AQUI A REFLEXÃO PESSOAL! AINDA MEIO INDIGNADO, MAS NA MORAL, UM FORTE ABRAÇO E ATÉ +!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Amigos,
este blog se destina ao nosso próprio aprimoramento.
Sejam bem-vindos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Na Rede


linkninja 468 60 Banners Link Ninja

lei 9610/98, art. 46:..."não constitui ofensa aos direitos autorais: I - a reprodução: a) na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos;(...)"





Copyright © dez/2007 . Todos direitos reservados. RSS Subscription: Entries RSS Comments RSS | Blogger Login, Designer by JeffersonMaia
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
 
TOPO DA PÁGINA ↑