domingo, março 15, 2020

FIM DE CURSO: PÓS-GRADUAÇÃO - ARTETERAPIA EM EDUCAÇÃO E SAÚDE - COM MONOGRAFIA PUBLICADA

Arteterapia AVM coordenação Eveline Carrano
Acabou, e vai deixar saudades! Após o período de um ano corrido, porém, com muitas novidades, enfim tivemos a última aula, o encerramento da nossa Pós-graduação de Arteterapia em Educação e Saúde AVM - Universidade Cândido Mendes no Campus Niterói.

Em meio há tanta interrelação bacana, gratidão aos mestres Eveline Carrano - Arteterapia; Pedro Schumann - Neurociência; Fabiane Muniz - Psicopatologia; Dina Lúcia - Criatividade; Annamaria Bruno - Oficina de Artes; Cândida Rodrigues - Terapias Expressivas; Gloria Camacho - Linguagem dos Materiais e Fátima Alves - Metodologia de Pesquisa e Monografia. Congratulações gratas aos colegas de curso: Maria; Thaís; Fabiana; Márcia; Vandeléa; Sheila; Evandro; Lauany; Anderson; Letícia; Cíntia; Amanda; Ligia; Ariany; Bruna; Claudia; Talita; Tatiana; Shirley e Flavia e outros que saíram logo. E aos amigos da secretaria Marcos e Alexandre. - todos de alguma forma facilitadores nessa nossa rica jornada de prazeroso aprendizado. Parabéns!!

Em meio as aulas, sempre na condição de nos agregar conhecimento de artes e pessoas e viver tão intensamente as rotinas práticas. Dinâmicas estas que fomos entendendo e compartilhando a cada aula, nas apresentações de nossos próprios trabalhos, sobretudo, vendo os dos colegas. Em suma, por vivermos com prazer a aprendizado um pouco deste rico meio da Arteterapia.
Do meu final preponderante necessário nesta deliciosa jornada, o meu TCC ou Monografia, onde abordei as possibilidades de técnicas facilitadoras em pintura abstrata na arteterapia, incluindo aí a condição de outras ações de aprofundamento com arte pictórica, onde pude dedicar um tópico ao trabalho de nossa APBP/VDMFK.

Daí, tendo minha monografia avaliada e aprovada, em meio às tantas outras, posso me sentir modestamente realizado ao vê-la também publicada no portal AVM em um link aberto, no portal universitário como Monoteca e aqui replicado em acesso ni hiperlink:
JEFFERSON MAIA FIGUEIRATÉCNICAS CRIATIVAS DE PINTURA ABSTRATA NO INICIAL DO PROCESSO ARTETERAPÊUTICO
E ainda teve mais, de ontem, sab14, pelo fim de curso, a doce lembrança de nossa alegre confraternização dos amigos de curso o churrasquinho e cerveja gelada - pois afinal ninguém é de ferro! Fraterno abraço pra geral!! Valeu demais!!!

quarta-feira, março 11, 2020

PEDRA DA LAGUNA - NOSSA AÇÃO ARTE ITINERANTE - GALERIA 27 BÚZIOS

galeria 27 e pedra da laguna
Dia 8 de março, o 'Dia Internacional da Mulher', por conta disso, na Pousada Pedra da Laguna, em Armação dos Búzios - RJ, o evento alusivo à data nesta exuberante hospedagem da Ponta da Lagoinha / Praia da Ferradura - e nessa lá estava a sacada de expor nossa arte pela querida Lu Fajardo Galeria 27, saindo do ótimo espaço da galeria no Porto da Barra em exposição itinerante - e para fazer uma boa mostra, onde também estavam duas obras minhas eu fui pintar ao vivo - ótima oportunidade de demonstração de pintura com a boca pela APBP / VDMFK, tudo bem legal!
Este foi mais um bom evento na cidade para cada vez mais proliferar arte nas agradáveis cercanias buzianas e com isso, pelo local, a pousada Pedra da Laguna é um ótimo meandro artístico, muita arte espalhada pelos belos jardins. 

MAIS UMA VÍTIMA DA VIOLÊNCIA, VAI EM PAZ GILMAR

Gilmar Gonçalves, pra gente da parceria o Gilmar de Vila Kennedy, pois é, ainda não tem uma semana, na sexta dia 06 o camarada, que infelizmente não via há um bom tempo por nossas rotinas de vida..., mas tristemente soube pelo telejornal, Gilmar fora baleado na cabeça em meio ao tiroteio da polícia na comunidade onde morava - mais uma triste estatística.
foto gilmar gonçalves
Não teria como não lamentar publicamente em homenagem solidária de luto pelo nosso brother e deixar aqui meu repúdio sobre esta violência urbana que assola o nosso viver - a matéria sobre o caso pode ser vista em G1 do Rio de Janeiro -, nos resta a questão: até quando? 

quarta-feira, março 04, 2020

TORNEIO DE PESCA DESPORTIVA ADAPTADA DO CLUBE BARRACUDA 2020


Fevereiro, ainda antes do carnaval, no dia 16 com um belo domingo, como tinha já avisado em publicação aqui no convite aberto, aconteceu o Torneio de Pesca Adaptada do Clube Barracuda 2020.

Com o apoio de sempre do amigo Dr Eduardo Bracony, presidente CBPDS e patrocinador da prova o evento mais uma vez foi um sucesso, com premiação até o 10º colocado - no caso eu e minha dupla Márcia, que nem estava programada para participar mas topou me apoiar, pois infelizmente tinha chegado atrasado -, nas outras colocações a galera animada e, Marcos Nunes e Alex em 1º.

terça-feira, fevereiro 11, 2020

MEU RESUMO RE ATIVIDADES ARTÍSTICAS EM 2019

Resultado de imagem para apbp
logo apbp
Acabo de abrir o e-mail de acusação de recebimento do meu relatório anual de atividades artísticas pelo ano de 2019 que enviei mês passado à VDMFK / APBP, e ai lembrei que ao mandar fiz um vídeo-resumo e ainda não postei aqui para meu registros de artes! Sendo assim, ei-lo:

quinta-feira, fevereiro 06, 2020

O INDIZÍVEL NO SARAH RIO EM MOSTRA COLETIVA DO ATELIÊ TERAPÊUTICO

Jeff em visitação à mostra O Indizível
Pois é, estive ontem no Sarah Rio para os meus exames de rotina e no hall central me deparei com mais uma bela exposição coletiva sob curadoria de nossa querida colega, mestra terapeuta, Aline Campelo, do ateliê terapêutico - onde até recentemente estive em aulas práticas e teóricas.
Embora na programação a exposição já devia ter encerrado ela continua no local por mais um tempo - vale a pena o confere nos trabalhos de pintura, arte digital, esculturas e outras técnicas, assim como a do parceiro de APBP, Carlos Kazê, com um trabalho belíssimo de sopro em nanquim (excelente técnica que Aline gentilmente passou pra nós dois por fazermos uso da pintura com a boca).
Pelo que vi, percebi e até outro dia pude acompanhar na prática do ateliê, "O Indizível" se traduz na rotina de sensações expressadas em arte no local em tempo da arteterapia institucional - algo brilhantemente captado e selecionado por Aline -, num grande mix dos atendidos nesta grande rede de reabilitação ao se expressar pela arte - show de bola!!!

DIVERSIDADE E CONTAMINAÇÃO, CENTRO CULTURAL DOS CORREIOS

Jeff em Diversidade e Contaminação
A mostra Diversidade e Contaminação aconteceu no Centro Cultural dos Correios! Eu estive lá no último dia a convite da competente curadoria, Riccardo Tartaglia e Regina Nobrez, onde, no coquetel de encerramento, conheci também autores e suas interessantes obras na mostra.
descritivo da mostra pelo site: guia das artes
A mostra me passou o belo diagramado por inquietude e simetrias em cores e muito bom ter conhecido mais esta frente por Tartaglia Arte de Roma, mesmo que rapidamente no final, pois, soube que estava lá desde 04 de dezembro.

quinta-feira, janeiro 30, 2020

4º ENCONTRO NACIONAL DOS CONDUTORES DA TOCHA OLÍMPICA - RIO 2016

logo do encontro anual
Este mês, no fim de semana 17, 18 e 19 na bela e praiana, Cidade de Santos - SP, estivemos juntos no 4º Encontro de Condutores da Tocha Olímpica Rio 2016 - eu, como um dos condutores do Rio e que fui pela primeira vez simplesmente amei - fui pela Rio-Santos e embora uma linda estrada é bem demorada e cansativa; mas a experiência com a galera foi 10 e valeu muito a pena!
mara rio santos
O evento, que vem se repetindo desde o ano seguinte aos jogos de 2016 no Rio de Janeiro, começou em Cariacica ES; 2018 em Curitiba PR; Natal RN 2019; e agora com este 4º seguido que, além de toda a programação desses três dias de encontro teve a fundação da ANCTO - Associação Nacional dos Condutores da Tocha Olímpica, com isso a posse oficial da diretoria, tendo nosso amigo Clever Machado de MG como presidente e outros condutores -galera nota 1000 que conheci-, participantes fieis aos encontros vindos outras unidades regionais de nosso amado Brasil.
logo provisória ANCTO - neste domingo a escolha definitiva mediante outras criações
Da programação (extremamente interessante) pelos três dias, entre ação social, os encontros e passeios pela bela Santos, estive junto só no sábado por motivo de alguns contratempos, contudo me senti muito bem, próximo do projeto e junto com o pessoal - todavia feliz por ter conhecido um pouco deste belo local.
Com a diretoria ANCTO, formada, devidamente empossada, e já decidida por escolha geral para 2021 o encontro em MG, que venham outras boas ações, de importância significativa e de peso social, assim como a importância em tradição cultural sobre o sagrado fogo esportivo - o que sinto como uma das maiores emoções vividas - que pelo menos esse legado perdure.

Replicando:

Uniforme e número de identificação no peito. Parado, ele faz o movimento do beijo da tocha, momento em que a chama é passada de uma para outra. Depois, correu 200 metros, escoltado por corredores de apoio. Missão cumprida, passou o fogo novamente em outro beijo, agora, de despedida. Ao voltar para o ônibus oficial cai a ficha. Terminou um dos momentos mais marcantes da vida.
Mais do que esporte, os Jogos Olímpicos unem pessoas. Pessoas que nunca teriam a oportunidade de se encontrar no cotidiano. Tanto que o momento da tocha olímpica do Rio 2016 ficou marcado na história de brasileiros anônimos que pelo quarto ano seguido eles promoveram o Encontro Nacional de Condutores da Tocha Olímpica do Rio 2016.
A tocha olímpica tem a missão de anunciar a chegada do maior evento esportivo do mundo. Em 2016, tudo começou na Grécia, no dia 21 de abril. A tocha foi acesa e passou por 25 cidades gregas e duas suíças. Desembarcou no Brasil, em Brasília, e seguiu por mais de 300 cidades, de todos os 26 estados mais o Distrito Federal.
Ao som da versão da música “A vida de Viajante”, de Luiz Gonzaga, misturado com samba, forró, sertanejo, rock e funk, o símbolo percorreu mais de 20 mil quilômetros por terra e 10 mil milhas aéreas. A tocha passou pelas mãos de mais de 12 mil condutores.
Na última semana, os condutores se encontraram em Santos, no litoral paulista. A programação teve ação beneficente e visitas a pontos turísticos. Tudo para estreitar os laços de amizades entre os condutores. A reunião contou com 43 condutores. O primeiro encontro foi em 2017, na cidade de Cariacica, no Espírito Santo. No ano seguinte, foi em Curitiba. No ano passado, os condutores se reuniram em Natal, no Rio Grande do Norte.
É o típico encontro para aumentar a saudade. Não é a saudade que dói, mas aquela boa de recordação. Nada mais propício do que recordar bons momentos, ainda mais em ano de Tóquio 2020.
Por Breno Barros
olimpiadatododia.com.br

FIM DE CURSO: PÓS-GRADUAÇÃO - ARTETERAPIA EM EDUCAÇÃO E SAÚDE - COM MONOGRAFIA PUBLICADA

Arteterapia AVM coordenação Eveline Carrano Acabou, e vai deixar saudades! Após o período de um ano corrido, porém, com muitas novidade...