sexta-feira, dezembro 14, 2007

Encontro 1000, local +/-












Para começar, quero dizer que para nós que não ficamos só pensando nas dificuldades antes de uma saída, por sermos usuários de cadeira de rodas, temos mais é que ir aos lugares adaptados ou não, e sairmos mostrando os erros do ‘inacessível’.
Outro episódio recente foi na pizzaria Parmê do Méier. Local no qual eu ainda não conhecia e fui, ao ser convidado por uma grande amiga, a Marcinha, que não via há um tempão.
Cheguei calmamente ao lugar marcado, um pouco antes da minha amiga, e:
Estacionamento é na rua com uma única vaga seletiva, a qual a guardadora me disse ter que “brigar” para não estacionarem indevidamente no local.
Do lado da Parmê a calçada é bem baixa, e me perguntei por que não a pizzaria não melhora este simples detalhe com um rebaixo do meio-fio.

Aí lá dentro fui conferir que só pode ser desinteresse da gerência mesmo. As mesas são dispostas muito perto umas das outras, e tive que ficar perto da porta por pura falta de opção.
Então, depois de uma companhia deliciosa e um bom papo, e por sinal bom como a pizza que eu degustara, chegou o momento do BANHEIRO, e lá estava..., a malfadada porta, daquelas que mal se passa em pé – é ainda bem que já era hora de ir embora! Mas..., se liguem só nisso: - pra piorar, o local não aceita cartões de crédito! Pode? Nos dias de hoje...
Bom..., do meu prazeroso encontro posso dizer que pelo menos a pizza foi muito boa e a companhia foi excelente.
Avalição do local: Ruim de acesso.
Para quem quiser comprovar:
Méier
Rua Dias da Cruz, 291
CEP 20720-010
Tel. 2583-9291

2 comentários:

  1. Oi Jefferson, é lamentável essa situação pelo a qual vc passou, mas aconteceu comigo na Parmê do meu bairro (tijuca), eles estão para colocar uma rampa, há mais de dois anos.
    Mas o que não podemos deixar de fazer, como você mesmo disse, é deixar de sair e frequentar os lugares, eu confesso que por vezes evito em ir á lugares que não são adaptados, mas estou mudando minha maneira de proceder.
    Um abraço

    Marcia Calonga

    ResponderExcluir
  2. Jeff querido,
    já havia comentado de outras formas sobre o blog e sobre a matéria da Parmê, mas resolvi registrar aqui, só para não restar dúvidas...
    O blog é bem a sua cara, crítico, sem ser ofensivo. E isso é bom. Pelo menos, na minha opinião. Há tanta falta de acessibilidade e respeito pela questão, que agir com violência seria um tanto quanto desgastante. O que não nos extingüe o direito da contestação.
    Mais uma vez, obrigada pelos elogios. Foi muito bacana te reencontrar depois de tantos anos e saber que continua a mesma pessoa "do bem" de sempre.
    bj gde

    ResponderExcluir

Amigos,
este blog se destina ao nosso próprio aprimoramento.
Sejam bem-vindos!

ENFIM: CERTIFICADO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTERAPIA

 Agora sim, após findada a Pós-Graduação em Arteterapia na Universidade Candido Mendes - AVM, curso que teve a última aula logo no início da...