domingo, novembro 29, 2009

UM RECADINHO A TODOS : RELAX IT'S JUST SEX, SEJA COM OU SEM DEFICIÊNCIA

A QUESTÃO É...: - QUANDO PENSAMOS EM SEXO, COMO É QUE FICA SE O RELACIONAMOS À DEFICIÊNCIA, OU ÀS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA-PcD?

ALGUMAS VEZES JÁ ESCREVI SOBRE A QUESTÃO DA SEXUALIDADE EM MINHAS CRÔNICAS OU EM ALGUM OUTRO ARTIGO CORRELATO. TAMBÉM JÁ TIVE VÁRIOS MOMENTOS COM A VONTADE DE PUBLICAR AQUI NO BLOG ALGO A RESPEITO, PORÉM, NÃO ME LEMBRO DE TER PASSADO DESSA PROPOSTA PESSOAL À AÇÃO PROPRIAMENTE DITA. OU SEJA, ESCREVER!

MAS, COMO SEMPRE É TEMPO PARA COMEÇAR, OU MELHOR, O SEXO SEMPRE ESTÁ EM VOGA, APROVEITO UM INSIGHT QUE TIVE LENDO NUMA EXCELENTE POSTAGEM, DO BLOG DO MEU AMIGO, O PSICOTERAPEUTA, RAY PEREIRA NESSA TEMÁTICA, COLOCO AQUI MINHAS DIVAGAÇÕES SOBRE O ASSUNTO.

EMENDANDO NESSA GRANDE MISTURA POSSO AINDA, TRAZER COMO COMPLEMENTO, ALGUNS CARTUNS ESPECÍFICOS DO BROTHER, RICARDO FERRAZ (TEM MUITO MAIS NO SEU LIVRO: VISÃO E REVISÃO, PRECONCEITO), NO CASO, SEUS DESENHOS, ENTRE OUTROS, ABORDAM ESSA QUESTÃO DE ORDEM FILOSÓFICA SOBRE A SEXUALIDADE, NUMA MANEIRA LÚDICA - SOB CERTOS OLHARES ATÉ AGRESSIVAS -, MAS NA VERDADE É O QUE ACONTECE QUANDO DISCRIMINAMOS A DIFERENÇA NO IMEDIATISMO. POIS, EM SE TRATANDO DE 'ENERGIA, LIBIDO, DESEJO, NECESSIDADE E VONTADE', OS RESULTADOS NO CAMPO SEXUAL SÃO TODOS IGUAIS E COMUNS A TODA GENTE, COM DEFICIÊNCIA OU NÃO, QUE RESPIRA E PENSA COM CONSCIÊNCIA - SE NÃO FOR ASSIM, É POR OPÇÃO OU CONTINGÊNCIA ALHEIA À VONTADE HUMANA.




NESSAS ILUSTRAÇÕES DO RICARDO, DÁ PRA NOS TOCARMOS QUE QUANDO O ASSUNTO É SEXO E DEFICIÊNCIA, O 'BURACO' PASSA A SER MAIS EMBAIXO AINDA, OU SEJA, O COMUM A TODOS: BOM E VELHO SEXO; QUE PRA MUITA GENTE JÁ É ASSUNTO MÍTICO, UM VERDADEIRO TABÚ, QUANDO ENTRA NA DIFERENÇA, LIMITAÇÃO, DEFICIÊNCIA, OU COMO O RAY, FILOSOFICAMENTE CHAMA: DIVERSIDADE FUNCIONAL; PASSA A SER PIOR AINDA - ISSO ATÉ PRA MUITA GENTE BOA, COM DEFICIÊNCIA TAMBÉM...

COMO EU SEMPRE DIGO, PRA MIM A CHEGADA DA LIMITAÇÃO FÍSICA NA MINHA VIDA TROUXE MUITAS COMPLICAÇÕES, A SEXUALIDADE ERA APENAS MAIS UMA DELAS, NEM MAIOR NEM MENOR, SOMENTE UM ALGO MAIS PARA EU TRABALHAR NESSA MINHA CONDIÇÃO DA TETRAPLEGIA. E ISSO ME FACILITOU ALGO NA 'REABILITAÇÃO PARTICULAR', POIS, PARA VOLTAR À VIDA, DO JEITO QUE ESTAVA, EU TERIA QUE ME REPOSICIONAR NO QUE SEMPRE VIVI E SENTI, DE UMA NOVA MANEIRA, ...O CORPO ADAPTADO.


QUANDO FALO SOBRE O TEMA, LEMBRO SEMPRE QUE O 1º PASSO É DICOTOMIZARMOS, OU MELHOR, PROCURARMOS DISSOCIAR O NOSSO CONCEITO ARRAIGADO DE 'FUNÇÃO SEXUAL E SEXUALIDADE', COISA QUE PENSAMOS SER TUDO UMA SÓ EM NOSSO PACOTE. MAS NÃO É NADA DISSO, POIS, A FUNÇÃO PODE ATÉ SER COMPROMETIDA (DEPENDENDO DO QUE A LESÃO AFETOU) E ISSO É INDIVIDUAL (NESSES CASOS HOJE EM DIA, EXISTEM VÁRIOS RECURSOS), NÃO POR QUALQUER LESÃO; ENQUANTO, SEXUALIDADE É UMA CONSTANTE EM NOSSA VIDAS, SALVO AS SITUAÇÕES QUE JÁ MENCIONEI NO 4º PARÁGRAFO ENTRE OPÇÃO OU CONTINGÊNCIA. A VERDADE É QUE NESSA IMPREGNAÇÃO GERAL DE CONCEITOS EQUIVOCADOS, TODOS SOMOS VÍTIMAS , NÃO IMPORTANDO O GÊNERO, SEJA HOMEM OU MULHER.

REGULANDO UM POUCO ENTRE MINHAS PALAVRAS, AS IMAGENS DO FERRAZ, E A MENSAGEM PRETENDIDA NESSA POSTAGEM, ADICIONO TAMBÉM UM POUCO DO TEXTO DO RAY, QUE DENTRO DA SUA EXPERIÊNCIA ACADÊMICO/PROFISSIONAL E COM SEUS ATENDIDOS - ALÉM DA SUA PRÓPRIA PARAPLEGIA FOI BEM SAGAZ NO SEU ESCRITO; TEXTO ESSE DISPONÍVEL ENTRE TANTAS OUTRAS BOAS MENSAGENS RELACIONADAS À DEFICIÊNCIA NO SEU BLOG: www.diversidadefuncional.blogspot.com

"(...)
Exatamente como acontece com a população em geral, há entre nós pessoas realizadas e pessoas frustradas, pessoas felizes e pessoas infelizes no plano afetivo-sexual. De fato, uma diferença funcional não deve ser tomada como um obstáculo para o amor. Se olharmos com atenção, os obstáculos são produzidos pelo preconceito, pela desinformação, medo e insegurança.

(...)
É importante lembrar que o medo e as dúvidas que paralisam a vida sexual e amorosa fazem parte da mesma estrutura psicológica que impede uma pessoa de acreditar em si mesma. A título de comparação, muitas pessoas com diferença funcional não se acham capazes de estudar, trabalhar e viver a vida. E é muito confortável acreditar que as coisas não acontecem apenas por causa da discriminação e da exclusão social. As barreiras sociais realmente estão aí escancaradas! Mas, me preocupam muito mais aquelas barreiras que construímos dentro de nós.

(...)
Nossa cabeça cria medos incríveis. Medo da rejeição, medo de correr riscos, medo de sofrer, Medo de errar e até mesmo medo de acertar... Enquanto acalentamos nossos medos, a vida passa e a fila anda.

(...)
A dedicação e o cuidado oferecidos a uma pessoa com diferença funcional suprem necessidades higiênicas, ajuda na mobilidade e atividades da vida diária, etc. Embora as mães estejam na linha de frente dessas tarefas, qualquer pessoa devidamente preparada pode fazer esse trabalho. Mas isso não é tudo na vida de uma pessoa com diferença funcional!

Nós precisamos de realização pessoal e nossa vida precisa ter sentido! A necessidade de realização e sentido pode ser suprida de várias formas. Mas, eu quero destacar especialmente a realização amorosa. Esta realização implica dar e receber afeto, amar e ser amado(a) no sentido erótico do termo."

(Ray Pereira)




O FATO É QUE TUDO NESSA DESCARGA OU TROCA ENERGÉTICA NECESSÁRIAS AO NOSSO ESQUEMA CORPORAL PERMEIA PELO TANTO DE PRAZER QUE BUSCAMOS OU PODEMOS PROPORCIONAR, A NÓS MESMOS E AOS OUTROS. SÓ PRECISAMOS DE ANTEMÃO PARA ISSO NOS DESPIRMOS DE NOSSOS PRECONCEITOS - ANTES DA ROUPAS -, SEJAM PESSOAIS OU COM RELAÇÃO AOS OUTROS.

E PARA O GOZO PLENO DA VIDA, O BOM É VIVER O DESEJO, SENTIR PRAZER, E SOBRETUDO ...SE PERMITIR. DA MANEIRA QUE FOR..., COMO PUDER E QUISER!! BEIJOS NO CORAÇÃO!!!


4 comentários:

  1. Parabéns pelo texto, Jeff!
    Parabéns especialmente porque sexualidade é um tema tabu entre nós. Pouco se fala, pouco se pensa, e acho que pouco se faz também...rsss Pela riqueza do tema e pelo prazer que nossa sexualidade pode nos proporcionar, deveríamos, metafórica e literalmente “cair dentro”...

    Deixo aqui, em primeira mão, o que eu pretendia colocar num próximo texto. Fiquei feliz com o retorno que dos meus leitores... foram alguns comentários, alguns scraps e vários, vários emails elogiando o texto e/ou colocando questões mais particulares... O fato desse farto retorno ter chegado via email é uma evidência do quanto o assunto ainda é tratado como um tabu.

    Eu gostaria que mais pessoas comentassem abertamente, exatamente para termos mais idéias e debates sobre o assunto. Li belos depoimentos, mas preciso preservá-los. Nesse sentido, as imagens que vc incluiu no seu texto são perfeitas, pois mostram um pouco disso tudo que estou colocando aqui.

    Tomara que nossos textos sejam bastante lidos e que a reflexão crítica aniquile os tabus que limitam nossa visão e nossa prática amorosa.

    E aos leitores, fica mais uma vez o convite para lerem o blog Diversidade Funcional. Nosso blog é uma ferramenta da comunidade (Orkut) que tem o mesmo nome. Por meio dele e dos vários vídeos (Youtube) divulgamos uma abordagem ética dessa condição que nos acostumamos a chamar de deficiência.

    Abração

    Ray Pereira
    (Diversidade Funcional)

    ResponderExcluir
  2. MUITO BOM MEU CARO,
    REALMENTE É UM PAPO DESSES QUE FAZ FALTA E CONTRIBUI PRA MUITA GENTE QUE SE AFASTA DO OUTRO E DE SI MESMO.
    VAMON NESSA, EM FRENTE.
    GD ABÇ

    ResponderExcluir
  3. Jeff, incrível essa postagem! Parabéns!!

    Realmente esse assunto é pouco divulgado. Eu mesma falo sobre tanto assunto, mas quando chega nessa questão, penso bem antes de publicar. Olha aí o preconceito.(rss)

    Linkei esse post para o blog Deficiente Ciente, a fim de ajudar na divulgação desta questão, ok?

    Assim como psicoterapeuta Ray Pereira, espero também que esse texto seja bastante lido!

    Abraços
    Vera

    ResponderExcluir
  4. JÓIA VERA,
    REALMENTE É SEMPRE UM BOM TEMA A SER ABORDADO.
    VLEW...
    BJO GD

    ResponderExcluir

Amigos,
este blog se destina ao nosso próprio aprimoramento.
Sejam bem-vindos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Na Rede


linkninja 468 60 Banners Link Ninja

lei 9610/98, art. 46:..."não constitui ofensa aos direitos autorais: I - a reprodução: a) na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos;(...)"





Copyright © dez/2007 . Todos direitos reservados. RSS Subscription: Entries RSS Comments RSS | Blogger Login, Designer by JeffersonMaia
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
 
TOPO DA PÁGINA ↑